Ser Professor do 1.º Ciclo

quinta-feira, julho 20, 2006

Para finalizar

Serve este post para finalizar o blog, fechar portas. Foi já em Novembro de 2005 que iniciámos uma viagem que acabou por durar cerca de 7 meses. Muitas coisas aconteceram… Em termos pessoais, o blog é um espelho de algumas dessas incidências. Cada um poderá fazer também esse mapa, mais ou menos preenchido. Estamos agora às portas das desejadas férias de Verão e o movimento do blog, como seria de esperar, não é mais do que nulo.

Assim, com uma certa nostalgia de quem já está a pensar noutros passos a dar, e porque também não vale a pena protelar algo que já sabia que tinha de terminar, escrevo estas palavras para colocar um ponto final oficial neste espaço apelidado de “Ser Professor do 1.º Ciclo” que pretendia acompanhar e dinamizar um processo de investigação sobre a construção do conhecimento profissional na formação inicial e no período de indução.

O ritmo do blog dos últimos tempos está à semelhança do meu ritmo de trabalho: devagar, devagarinho… e com pouco ânimo. Queria fazer destas palavras algo de significativo, mas estão também elas destituídas de chama, o que me entristece, pois o blog e as pessoas que participaram nele merecem a minha consideração e reconhecimento, pela colaboração, pelo empenho e, sobretudo, pelo valor do conteúdo expresso no mesmo.

Não quero também fazer deste post um adeus definitivo. Penso mais num “até já” ou num “até sempre”, num virar de esquina para outras dinâmicas que nos possam um dia voltar a juntar numa outra encruzilhada da vida.

Este texto também sofre de um estado de moleza que tomou conta de mim… Por isso, não é de esperar grandes rasgos. Aliás, o encontro do dia 12 com as Professoras que estiveram presentes, às quais desde já agradeço, foi um exemplo concreto dessa ociosidade. Ficaram algumas ideias, valeu pelo convívio, mas faltou-lhe animação, alegria. E isso, à semelhança das Jornadas da Prática, foi assim pelas (in)decisões que envolveram a sua organização e propósitos. Apesar desse sentimento, que analisei de forma exaustiva num outro post, também não faço disso uma sentença muito penalizadora. Poderia, eventualmente, ser diferente, mas o essencial do processo de investigação foi conseguido e julgo de forma muito satisfatória. Fica também aqui expressa a possibilidade de voltarmos a ver-nos em Setembro, agora também com as pessoas que não puderam estar presentes neste último encontro.

Faço uma excepção ao encerramento do blog para dizer que continuo à espera (sou chato) de mais comentários ao post “O processo de investigação em análise...”. Há pessoas que participaram com regularidade no blog, que ainda não comentarem esse post, e das quais gostaria de ouvir (ler) algumas palavras. Assim, apesar do encerramento oficial, a via fica aberta até mais ver…

O agradecimento final. Provavelmente vão ouvir falar de mim, talvez os chateie mais algumas vezes, mas por agora quero agradecer a vossa participação e colaboração. Quero também desejar-lhes umas boas férias, merecidas e retemperadoras… à espera de um novo ano, um novo ciclo, novas crianças, novos colegas. Mais um ano de experiência profissional e de experiências que espero sejam muito proveitosas.

Boa sorte para todos… Devia dizer para TODAS, pois sem desmerecimento do Nuno e do Zé Pedro, tanto pelo número como pelo mérito da participação neste blog, as Professoras (con)venceram. Afinal, será esta uma profissão eminentemente feminina? Invoco aqui as razões do afecto, das relações interpessoais, da disponibilidade. Contudo, não são de ignorar as razões históricas da guarda de crianças, do reconhecimento social, da valorização profissional, do estatuto remuneratório.

Bem-haja e até sempre. Um Abraço amigo, Carlos.

8 Comments:

  • Olá a todos!

    Como já devem ter percebido pelo número de comentários...Estou de férias!!! (Quer dizer, tenho apenas um relatório crítico sobre o meu desempenho para entregar até ao final do mês, independemente de estar de férias! Mas isso já nem conta, porque estou OFICIALMENTE de férias!)

    Então que desânimo é esse? Estamos nas férias, tudo correu bem com a investigação, tem imenso trabalho pela frente graças aos dados recolhidos, que mais se pode desejar?? :)
    Bem, acho que qualquer um de nós passa por momentos profundos de letargia, a sabedoria está em tirar partido desses momentos: temos que descansar e preparar o ataque ao trabalho!
    Ok, quem sou eu para dar conselhos! Ainda vai receber um e-mail a dizer que estou desesperadamente desanimada com o mestrado (espero que não!), mas...

    De qualquer forma, gostava agradecer o facto de me ter permitido participar neste projecto de investigação. Muito obrigada. Aprendi muito mas sobretudo aprendi que tenho que continuar a aprender!

    BOAS FÉRIAS!!!

    By Blogger Ana Tavares, at 7/21/2006 11:30 da manhã  

  • Ah! É verdade! Já tinha lido todos os comentários anteriormente mas não me pareceu nada bem que ficassem rotulados com "0 comentários"! Daí os meus comentários nesta altura!

    E como alguém costumava dizer...
    ATÉ JÁÁÁÁÁ!!!

    :)

    By Blogger Ana Tavares, at 7/21/2006 11:33 da manhã  

  • Finalmente a gozar um período mais calmo mas não ainda totalmente de férias...Será que vamos ter, algum dia, umas férias realmente descansadas? Sem pensar em nada, gozando simplesmente o momento presente?

    Por muito positiva que tento ser não quero alimentar esta ideia a ninguém!! eheheh Acho que isso é bom sinal! É sinal que temos sempre algo em que pensar! E se o Professor se sente menos predisposto ou até mesmo letargico digo-lhe que considero isso perfeitamente normal! Depois de um ano tão rico em acontecimentos (uns menos bons que outros) só se pode esperar mesmo um final cansado. Para isso existem as FÉRIAS! Para voltar em força em Setembro, mas não para esquecer!Para ver o que correr menos bem no desenrolar do ano e voltar em Setembro pronto para mudar e melhorar. Procure a positividade no que correr menos bem. Então nos não passou anos a falar da importância da reflexão para inovarmos as nossas práticas? Ai, onde está esse espírito que nos incutiu? Toca a deitar para trás das costas o que correu menos bem, aprender com esses erros e gozar umas férias bem merecidas!!!

    Já agora aproveito também para desejar boas férias e um bom próximo ano lectivo a todos os que participaram neste projecto e especiais votos de força e boa sorte a todas as que estão a iniciar mestrados, a terminá-los ou estão na passagem para a tese (como eu)! Vamos lá ver no que dá esta aventura!!!

    Boas Férias!

    By Blogger Luciana Ferreira, at 7/24/2006 12:18 da tarde  

  • Ok, percebi as mensagens de incentivo. De facto, os discursos fazem outro sentido (só têm sentido...) quando passamos pela 'prática'... mas há situações que preferia evitar. Provações da vida, quem as não tem... Ainda assim, parece-me que tenho motivos para me sentir satisfeito; preciso de arrepiar caminho e arregaçar as mangas... em Setembro!

    By Blogger Carlos Silva, at 7/24/2006 1:11 da tarde  

  • Oi!!

    Enquanto faço as malas para ir de férias, preparo-me para mudar de ares, mudar de vida (pelo menos estes 15 dias), mudar de continente e de ambiente... As férias são um período de descanso, mas também de balanço, por isso este sentimento um pouco confuso que nos atravessa.

    Para que interpretem livremente e aproveitando o tema geral "Férias" acho que me resta dizer que o que mais gosto das férias é sentir que vou ter um descanso merecido! Que o trabalho está feito e espero que os visados sintam que foi bem feito. Dei o meu melhor, dei-me também um pouco no trabalho que realizei e por isso me sinto realizada e capaz de gozar umas férias que acho que soube ganhar!

    Venho já... Para descobrir o que me espera para o próximo ano, para mais um ano lectivo a tentar ser melhor, mais exigente, mais profissional, mais completa enquanto professora... A alimentar-me do crescimento dos meus alunos, e a esperar o merecido aumento! ;-)

    A todos o desejo de umas férias formidáveis!
    Venho já!

    By Blogger Joana Lisboa, at 7/24/2006 5:43 da tarde  

  • Olá Joana.
    Gostei do 'Venho já!'; do género 'vou ali e venho já!'... Depende do 'ali' e da companhia (pela ordem que convier). Também não sei de deva invocar outro dito, sempre pronto para as ocasiões: 'mais vale só que mal acompanhado!'.
    Ainda assim espero que tenha as tão desejadas e merecidas FÉRIAS.

    By Blogger Carlos Silva, at 7/25/2006 1:39 da manhã  

  • Olá a todos!
    Então, professor? Está mesmo a precisar de umas boas férias:)
    Como já disse, e apesar de não ter sido perfeito, sou da opinião de que todo o processo correu extremamente bem e, acima de tudo, fez com que todos nós aprendêssemos!
    Foi óptimo estar com todos vocês; foi excelente conversar, partilhar, rir...; é muito bom saber que podemos ser úteis para alguém e, ainda por cima, alguém como o professor, também sempre pronto para ajudar!
    Muita força, coragem... basta ser como sempre foi!

    Beijinhos, boas férias e, se não for antes, até setembro!!!!

    By Blogger Ana Beatriz Costa, at 7/27/2006 11:51 da tarde  

  • Olá Beatriz! Já mesmo de abalada para umas férias em família, queria-lhe também agradecer a participação neste projecto e as palavras amáveis, certamente exageradas, mas ainda assim muito reconfortantes. Tenho de facto de arrepiar caminho, pois o tempo começa a ser escasso… Mas em Setembro ainda deve ser tempo de ir a tempo, espero eu!

    Um beijinho e Boas Férias!

    By Blogger Carlos Silva, at 7/31/2006 1:45 da manhã  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home